Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Seja Bem Vindo!

 

Coronel Manoel FeitosaCoronel Manoel Feitosa

Manoel Rodrigues Feitosa

Cel. PMSE

 

          Manoel Rodrigues Feitosa, natural de Porto da Folha, nasceu no dia 15/05/1914, filho de Antônio Rodrigues Feitosa e Maria do Céo Feitosa. O mais novo dos três bem-sucedidos filhos da notável professora Maria do Céo, ingressou na PMSE em maio de 1934 no governo de Augusto Maynard Gomes. Em 1949 foi oficializado aspirante, em 1950 foi promovido a 2º tenente e estando no posto de Capitão passou para a reforma remunerada em 09/01/1962 com a patente de Major, obtendo na mesma data a promoção de Tenente-coronel. Em outubro de 1963, estando na reforma a pouco mais de um ano, obteve a promoção de Coronel.

          Durante sua permanência na vida militar foi delegado de polícia em diversos municípios de Sergipe, dentre eles Propriá e Porto da Folha. Depois de reformado, o Coronel Manoel Rodrigues Feitosa chegou a substituir seu irmão Hermeto Feitosa na presidência do IPES (Instituto de Previdência do Estado de Sergipe), desligando-se em 1975.

          Manoel Rodrigues Feitosa faleceu aos 79 anos de idade em Aracaju dia em 14/07/1991; era casado com a conterrânea Jardelina Gomes Feitosa com quem teve três filhos.

 

 

Resumo biográfico baseado nas informações contidas no livro 'Porto da Folha - Fragmentos da História e Esboços Biográficos' de Manoel Alves de Souza.

 

 

 

  

 

Capitão OliveiraCapitão Oliveira

 Manoel Alves de Oliveira Santos

Capitão PMSE

 

          Manoel Alves de Oliveira Santos (Capitão Oliveira); renomado membro da PMSE; ingressou na corporação em 1994 como soldado, sendo aprovado em 1997 no concurso de sargentos; em 2003, foi aprovado no Curso de Formação de Oficiais na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM) em Maceió/AL. Em 2005 participou com êxito do CFO/PMSE e iniciou a atividade em estágios nas diversas unidades operacionais da PMSE. Num segundo momento, já como tenente, teve a oportunidade de trabalhar no 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), em Propriá, no 4º Batalhão, em Canindé do São Francisco, até fundar o então Pelotão Especial de Policiamento em Área de Caatinga (Pepac) em 16 de maio de 2008. Capitão Oliveira, graduado em Direito pela Faculdade Pio Décimo, participou também de cursos SWAT e de Operações em Altura e Rapel Tático, além de estágio na Companhia de Polícia de Ações em Caatinga da Polícia Militar da Bahia (CPAC). O capitão foi da primeira turma do Curso de Operações Policiais em Área de Caatinga da PMSE (Copac), passando a coordenador e instrutor a partir da segunda turma. Pelo reconhecido empenho na segurança pública do alto sertão sergipano, Capitão Oliveira recebeu o título de Cidadão Gloriense, e na corporação recebeu as medalhas de tempo de serviço (10 e 20 anos) e foi condecorado com a Medalha do Mérito Policial. No cargo de Comandante do Pelotão da Caatinga, permaneceu até a data da sua morte numa emboscada na rodovia entre Monte Alegre e Porto da Folha/SE.

          Pela brava luta em defesa da Segurança Pública no sertão de Sergipe, a comunidade portofolhense reconhece o Capitão Oliveira como Notável cidadão desta terra.

          Manoel Alves de Oliveira Santos, naturalidade: Porto da Folha/SE, nascido aos 15/11/1975, filho de Manoel Ricardo dos Santos e Maria Miriam de Oliveira Santos; falecimento: 04/04/2018 aos 42 anos de idade.

 

 por Joaquim Santana Neto